Quinta, 5 de maio de 2016
Ano 6 • Edição70 • Março de 2016
Página InicialContato do LeitorEditorialExpedienteHomenagensFrasesOpiniões dos Parceiros Coluna do LeitorMemória do LeitorNossos LeitoresOpiniões e SugestõesReceitinhas do LeitorSugestão do LeitorTalento do Leitor Adoção ECOPETSAdote um AmigãoDefensores dos AnimaisEu e Meu MascoteProcura-se Brincando e AprendendoDiversão com o BielFazendo Arte Boca no TromboneClassiFolhaClassiFolha EmpregosClube Comercial SarandiComecei no SarandiCurtas do FolhaEspecialInformes DiversosInformes ReligiososReciclando Ideias Bela e SaudávelConheça Seus DireitosDra Déia EsclareceEnglish FunMercado ImobiliárioMeu MestreReceitinhas da Mamãe








Meu Mestre
Televisão apresenta Professora Bruxa! Para quê?

Lilian Zieger
Pedagoga e Mestre em Políticas e Administração Educacional
Assisti ao programa ‘Separação’, apresentado na noite de sexta –feira, dia 16 de abril passado. O sentimento foi de revolta e indignação. Pensava que iria assistir a uma comédia, mas o que vi me surpreendeu. Uma professora de Educação Infantil, sem a mínima habilidade, ou ética, para trabalhar com crianças. A cena em que ela pergunta a uma das crianças sobre seu final de semana e essa diz que “não interessa” à professora, com sua reação agressiva, descabida, estúpida e discriminatória, é chocante!! Vai contra tudo que o ECA preconiza; expõe a criança, fragiliza, discrimina, agride, constrange...fere os direitos da criança e a dignidade humana.
Depois, para completar, a professora, ao tentar explicar à mãe do menino sobre o ocorrido, ouve dela que “era assim mesmo, porque ele era igual ao pai”. Pasmem: professora e mãe se solidarizam em relação aos homens e... culpam a criança! É de um mau gosto e estupidez incríveis. Bem, para completar, a diretora chama a professora para explicações. Acreditava eu que o programa poria um ‘remendo’ naquela situação infame, mas.... a diretora compreende a crise da separação da professora e confessa ‘perseguir’ e colocar de castigo meninas loiras por lembrarem as ex-amantes do seu marido. Lembra, então, que havia uma menina no ‘armário escuro’. Abre a porta e sai a menina, cabisbaixa.
A diretora ainda afirma nem lembrar o porquê do castigo. A sensação de ‘dor’ que me perpassou naquele momento é indescritível: injustiça, preconceito, indecência, entre tantas outras qualificações possíveis para descrever o que vi. Para completar, o ‘fundo do poço’ que foi o programa, a diretora ‘toma um trago’ na escola, na sala da direção!
Quem é capaz de produzir um programa assim, no mínimo, deve odiar professoras, diretoras de escola e crianças!! Mergulhada nesses sentimentos de profunda indignação e tristeza, mandei um e-mail para a Rede Globo. Recebi como retorno que iriam enviar minha opinião para a produção do programa. E eu acreditei!!
Na sexta-feira seguinte, em minha sala de aula, no curso de pós-graduação, em Supervisão Educacional, minhas alunas falaram sobre o que sentiram ao verem aquele programa. Relatei-lhes que havia solicitado à emissora que revisse a proposta de ‘Separação’ e a agressão à criança e à imagem da Escola de Educação Infantil apresentada. Acertamos que veríamos o programa daquela noite (23/04) e comentaríamos no dia seguinte. O que vimos? O programa baixou mais ainda o nível: A professora chamou de “insignificante” uma criança aniversariante que não se identificava e, ainda, conta uma suposta história infantil, completamente absurda e imprópria para crianças, Seu marido entra na sala em plena aula e assusta as crianças.... A diretora alcoólatra, ainda, serve vodka num copo infantil (com lindos desenhos) para o trago de sempre.
A professora se apresenta como uma bruxa, alguém de péssimo caráter, capaz de rir da dor alheia e de jogar laquê nos olhos infeccionados do marido... Isso ainda é crime? Enfim, esse programa vai contra tudo em que acredito quanto à educação escolar, à dignidade humana e o respeito à infância, à escola... Mostra péssimos profissionais e pessoas. Os erros são tantos que chega a ser inacreditável.
Penso que ‘os senhores e as senhoras de bem’, ou seja, que ainda acreditam na humanidade e na esperança, deveriam ver e também denunciar o que está sendo exposto como Escola e que o Ministério Público proíba as crianças de participarem dessas gravações. Se o horário é impróprio para elas assistam, como podem participar desse completo absurdo?
Está na hora de começarmos a nos unir contra esses programas que ferem a imagem da escola e os direitos de nossos pequenos, de serem tratados com respeito e afeto! Os educadores já estão tão fragilizados e desacreditados que mostrar uma professora ‘desequilibrada e má”só vai fazer piorar as coisas. Não existe uma política pública federal que preconize a valorização do magistério? Será que é assim que isso será promovido?
Todas as matérias:


Bafinho canino

Back again!

MEDICAMENTOS E REMÉDIOS

Responsabilidade civil na Internet

Os passos para registrar um imóvel

Novo ano!!!

Atividade física na infância

Qual a importância dos exercícios de alongamento?

Reestruturação dos Fios

MUSCULAÇÃO e HIPERTROFIA MUSCULAR


ABRIL
06/04 – Baile do Grupo Os Pioneiros – Das 14h às 19h – Conjunto A.J. Ingressos no local
09/04 – Primeira Good Times do Ano – Músicas dos anos 80 e 90 – às 22h – Ingressos com Dj André Sinhorelli 9242-1627.
14/04 – Reunião do Conselho Deliberativo 2016 - Primeira chamada às 20h e Segunda chamada 20h30. Mais informações na Secretaria do Clube
27/04 – Baile do Grupo Os Pioneiros – Das 14h às 19h – Banda Babilônia. Ingressos no local

Clique ver as fotos dos eventos que fizemos e estão noticiados aqui no jornal.
Av. Salvador Leão, 277 - Bairro Sarandi - Porto Alegre - RS - Fone (51) 3364.2611 - www.clubecomercialsarandi.com.br

Ajude a fazer a Folha do Sarandi enviando sugestões de matérias, participando das seções e editorias através do e-mail
contatodoleitor@folhadosarandi.com.br

Jornal Folha do Sarandi
Fones (51) 3237.8831 - 8553.7997 - 9877.6212 • www.folhadosarandi.com.br - contatodoleitor@folhadosarandi.com.br

Você encontra o Jornal Folha do Sarandi: Auto Elétrica Valli; A.Vithi Papelaria e Informática; Banca Abaeté; Cachorro do Alemão; Cassol Material de Construção Centerlar; Cenoura Pastéis; Clube Comercial Sarandi; Consultório Odontológico; Corpus Academia; Crispim Pet Shop; Dental Fashion; Dona Inês Confeitaria; Ecopets Clínica Veterinária e Pet Shop; Escola Sarandi de Esportes; Estética Espaço das Unhas; Estrela Materiais de Construção; Farmaville Ecoville; Gaja Studio Hair; Garcia Imóveis; Kennedy Eco Kids; LD Andaimes; Marçal Diogo Advogado; Maxitemper Esquadrarias e Vidros; Mega Formiga; Padaria Piratini; Rufu's Petshop; Supermercado Daki Ecoville; Tostare Café Centerlar; Toys Festas Infantis; Zalux Espelhos e Molduras; Zanatta Casa de Carnes, Mercado e Fruteira; Zaffari Cassol, além de diversas Associações de Bairro do Sarandi, Car Norte; Car Eixo Baltazar; Prefeitura de Porto Alegre, Câmara Municipal de Porto Alegre, Assembleia Legislativa e Governo do Estado do RS.


Inovando Sìtes